28 abril 2011

I'm here, waiting for you

Os meses se esvaem. Eu, eu vejo fotos. Eu lembro de você! Penso por onde andarão estas lindas pernas. Para quem este sorriso cativante se estará revelando?
Há muito tempo não venho por aqui. Venho hoje. Esperando pelo seu olhar.

Marcadores: ,

15 abril 2009

Espera sem fim

I hope...
Eu espero...
Eu aguardo...
Eu tenho esperança...

Marcadores: , , ,

22 setembro 2008

Guerra que lutei, Vitória que não vi

Esperei vários anos para pelo dia, pensando na alegria acumulada, sem tamanho.
Não vejo com meus olhos, mas posso ver com minha alma.
Você lutou, você venceu.

Marcadores: , , , ,

Tributo aos cinzas - I

Exclua de você qualquer traço de originalidade, qualquer coisa que o faça diferente dos outros. Qualquer coisa que o faça ser como é. Aceite ser como todo mundo é, aceite fazer como todo mundo faz.

Marcadores: , , , , ,

16 setembro 2008

Almost mind

E se eu não me importasse tanto?
Tantos rótulos e tantas preocupações
Talvez a vida fosse mais que um canto
E talvez eu fizesse mais canções

Velhos conceitos invadem o pensamento
Além de medos recentes e um desejo tão forte
O tempo às vezes conduz ao esquecimento
Mas a vida é muito mais que um golpe de sorte

E se eu não me importasse tanto?
Deixasse o meu mundo acontecer...
Quem sabe eu me pouparia do espanto
E saberia realmente o que é viver.

Jéssica Dias

Marcadores: , , , , ,

15 setembro 2008

Metaescrita

Se tivesse inspiração, ia escrever versos que falassem forte, com impacto absoluto, sem dar para quem lesse, direito de resposta ou margem de dúvida.

Se tivesse inspiração, ia escrever palavras que demonstrassem claramente qual é o sentimento que tenho, tudo o que pensei sobre o assunto. Tudo o que senti, e como senti. Se sofri, se sorri, como e quando.

Se tivesse inspiração, ia escrever sobre o que tanto pensei em escrever sobre, não deixando nada obscuro, num texto em que me faria entender, com cuspe ou com lágrimas.

Se fosse bom de palavras e não me faltasse inspiração, construiria tudo segundo a planta de meus próprios versos.

Se tivesse inspiração, escreveria palavras e poemas. Não palavras de palavras, sobre minhas próprias palavras.

Marcadores: , , , , , , ,

20 junho 2008

Anseio

Este silêncio,
faz-me parar,
sentir cada segundo
e olhar...
Detalhes!
Palavras não ditas.
Olhares cortantes.
A dúvida incessante
e somente o silêncio,
absoluto...
assustador como o nada.
Um vazio que preenche o tempo.
Irônico e preciso
como só um verdadeiro silêncio pode ser.

Escrito por Jéssica L. Dias

Marcadores: , ,

05 junho 2008

Meio Ambiente

Dia Internacional do Meio Ambiente. Com a total degradação do nosso planeta, percebo a "pequena" contribuição que estou dando com a minha monografia, ao menos para o nosso Estado.

Artigo 255 da Constituição Brasileira

Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e a coletividade o dever de defendê-lo para as presentes e futuras gerações. (BRASIL, 1988).


Que Carlos Minc, conforme discurso realizado alguns minutos atrás, não venda o restante de nossa Amazônia.
Que os interesses econômicos e privados não prevaleçam sobre os nossos de cidadãos.
Que as pessoas não tentem mudar o mundo, antes, realizem ações locais, em casa, no trabalho.

Marcadores: , , , , , , ,